1823

Prefeitura Municipal de Planaltino

Pular para o conteúdo

Novembro Azul chamando atenção dos homens para o câncer de próstata

Fonte: Ascom Planaltino
03/12/2019 às 13h46

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


UBS LUÍS EDUARDO MAGALHÃES no povoado de campinhos celebrou o Novembro Azul chamando atenção dos homens para o câncer de próstata

No final do mês de novembro, mês que foi dedicado ao combate através da conscientização e prevenção ao câncer da próstata, a UBS Luís Eduardo Magalhães, no Povoado de Campinhos, realizou a culminância das ações dentro do novembro Azul.

O evento foi realizado no Espaço da Escola do Campo, Manoel Castor Braga, a UBS Luís Eduardo Magalhães, realizou a culminância do Novembro Azul 2019.

Dentre as atividades desenvolvidas nesse dia, desatacamos a dinâmica realizada pela Fisioterapeuta do NASF , Tainana Soares, além de Palestras com o Enfermeiro Carlos André e a Dentista Tamires Zumira. As apresentações visaram chamar Atenção Integral da Saúde do Homem, sendo direcionada palestra para o câncer de próstata.

O evento foi finalizado com um ‘Coffe Break’ para todos os participantes.

Para a concretização da ação, a UBS contou com o apoio dos colaboradores da Unidade: enfermeiro, dentista, agentes comunitários de saúde, técnico de enfermagem, auxiliar de dentista, recepção, auxiliar de serviços gerais e comunidade. O apoio da PREFEITURA MUNCIPAL DE PLANALTINO, da SECRETARIA MUNICPAL DE SAÚDE e colaboração da SEC. De Educação. A equipe da UBS elevou agradecimentos a cada colaborador e, em especial, os participantes acolhidos pela Unidade de Saúde.

Quais os fatores de risco?

Existem alguns fatores que podem aumentar as chances de um homem desenvolver câncer de próstata. São eles:

• Idade: o risco aumenta com o avançar da idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos.

• Histórico de câncer na família: homens cujo o pai, avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos, fazem parte do grupo de risco.

• Sobrepeso e obesidade: estudos recentes mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal mais elevado.

Como prevenir o câncer de próstata?

Já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Entre os fatores que mais ajudam a prevenir o câncer de próstata estão:

• Ter uma alimentação saudável.

• Manter o peso corporal adequado.

• Praticar atividade física.

• Não fumar.

• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Sinais e sintomas do câncer de próstata

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

• Dificuldade de urinar;

• Demora em começar e terminar de urinar;

• Sangue na urina;

• Diminuição do jato de urina;

• Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Esses sinais e sintomas também ocorrem devido a doenças benignas da próstata. Por exemplo:

• Hiperplasia benigna da próstata é o aumento benigno da próstata. Afeta mais da metade dos homens com idade superior a 50 anos e ocorre naturalmente com o avançar da idade.

• Prostatite é uma inflamação na próstata, geralmente causada por bactérias.

Quais exames são feitos para investigar o câncer de próstata?

Para investigar os sinais e sintomas de um câncer de próstata e descobrir se a doença está presente ou não, são feitos basicamente dois exames iniciais.

• Exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

• Exame de PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata - Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas da próstata.

Qual o tratamento para o câncer de próstata?

O câncer de próstata é feito por meio de uma ou de várias modalidades/técnicas de tratamento, que podem ser combinadas ou não. A principal delas é a cirurgia, que pode ser aplicada junto com radioterapia e tratamento hormonal, conforme cada caso.

Quando localizado apenas na próstata, o câncer de próstata pode ser tratado com cirurgia oncológica, radioterapia e até mesmo observação vigilante, em alguns casos especiais. No caso de metástase, ou seja, se o câncer da próstata tiver se espalhado para outros órgãos, a radioterapia é utilizada junto com tratamento hormonal, além de tratamentos paliativos.

A escolha do melhor tratamento é feita individualmente, por médico especializado, caso a caso, após definir quais os riscos, benefícios e melhores resultados para cada paciente, conforme estágio da doença e condições clínicas do paciente. Todas as modalidades de tratamento são oferecidas, de forma integral e gratuita, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os homens brasileiros vivem, em média, 7,2 anos a menos que as mulheres. Entre as causas de morte prematura estão à violência e acidentes de trânsito, além de doenças cardiovasculares e infartos. Por isso o Ministério da Saúde implementou, em 2009, a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. Um dos principais objetivos é promover ações de saúde que contribuam para a compreensão da realidade singular masculina e propiciar um melhor acolhimento no Sistema Único de Saúde (SUS).