1823

Prefeitura Municipal de Planaltino

Pular para o conteúdo

AGOSTO DOURADO: CAMPANHA PARA EMPODERAR FAMÍLIAS E INCENTIVAR A AMAMENTAÇÃO

Fonte: Ascom Planaltino
06/09/2019 às 11h08

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Um ato de amor. O aleitamento materno é mais do que alimentar, é transmitir carinho e afeto. A Unidade Saúde Luís Eduardo Magalhães, promoveu no último dia 28, uma roda de conversa com Gestantes, Nutrizes, Mulheres e interessados.

Tendo como Mediador o Enfermeiro Carlos André Santiago Novais, a Odontóloga Tamires Zumira de Oliveira e a Nutricionista do NASF – Rosana dos Santos Vieira.

O mês dedicado à promoção do aleitamento materno traz consigo a oportunidade de expandir o conhecimento e conscientização geral sobre o assunto, uma vez que o tema se torna recorrente em diferentes mídias e eventos, dando apoio ao trabalho das equipes de saúde. Assim tivemos momento para discutir e lembra os mitos sobre aleitamento que ainda carecem de desmistificação e também os benefícios que a prática da amamentação promove na saúde da lactante, fator que pode contribuir para maior adesão ao ato de trazer o bebê ao peito.

Preocupação com a estética, como flacidez e ptose mamárias, retorno aos estudos e/ou ao mercado de trabalho, inexperiência acrescida da falta de apoio do parceiro, falsas crenças, como leite insuficiente, dificuldade em amamentar nos primeiros dias, entre outros fatores, podem levar ao desmame precoce”, complementa o ginecologista destacando a necessidade de atenção especial às nulíparas, sobretudo adolescentes.

O leite materno é recomendado pela OMS – Organização Mundial da Saúde – e Sociedades de Pediatria até os 24 meses de idade, ” explica a médica. “A partir dos dois anos, a criança deixa de ser lactente e entra na primeira infância, tendo outras necessidades psicológicas e alimentares, ” afirma a Dra. Clery. “A amamentação como fonte exclusiva de alimentação deve ocorrer até o sexto mês de vida, ” diz a especialista. “A partir deste período, deve-se introduzir outras fontes de alimentos, sempre sob orientação de profissionais de saúde, ” complementa.

AMAMENTAR é MAIS QUE ALIMENTAÇÃO, É CONTATO E CARINHO. É uma conexão entre mãe e bebê, mas não depende exclusivamente dela. Pai, família, amigos, comunidade, todos precisam se engajar para que as mulheres sintam-se abraçadas para a realização desse ato de amor.

UBS – LUÍS EDUARDO MAGALHÃES – POVOADO DE CAMPINHOS

Planaltino- Lugar de Viver e Ser Feliz!